Aerolíneas terá voo direto regular para Floripa

 Austral_logo

Como é de costume a Aerolíneas Argentinas, por meio de sua subsidiária Austral, anunciou recentemente que irá fazer voos charter para Florianópolis durante a temporada de verão.

Entre 15 de dezembro deste ano e 1o. de março de 2014 serão três novas opções, com saídas de Floripa as 10:45, 16:40 e 22:40 e chegada em Buenos Aires as 11:55, 17:50 e 23:50, respectivamente. Isso foi o que a empresa divulgou, embora nas minhas pesquisas só tenha encontrado os dois primeiros. Talvez exista em algum período da temporada apenas.

No sentido inverso os horários são os seguintes: 7:00, 13:00 e 19:00 horas de Buenos Aires, chegando as 10:00, 16:00 e 22:00 horas ao Brasil (lembrando que há o horário de verão em vigor, portanto os voos são de apenas duas horas).

São ótimas opções por dois motivos: a Austral voa com modernos Embraer RJ-190 (os mesmos que a Azul utiliza em várias rotas nacionais) e os voos utilizam o Aeroparque Jorge Newbery como base, que fica muito mais perto do centro da cidade do que Ezeiza.

Austral_E190

Mas a grande novidade é que depois da temporada a Austral vai manter um voo em operação normal. Ele sai de Floripa as 02:10 e chega em Buenos Aires as 04:20. No sentido inverso sai de Buenos Aires as 23:30 e chega em Floripa as 01:30.

A princípio o horário parece um pouco incômodo, mas se você pensar num fim de semana prolongado, enforcando a sexta, ele permite que você aproveite integralmente os três dias. Eu, particularmente, gostei bastante da nova opção. Tomara que venha com promoções de lançamento.

Kit de boas vindas do Falcon Flyer Gold – Gulf Air

A Gulf Air é a flagship do Reino do Barein e voando para apenas 41 destinos, principalmente na Ásia, África e Europa, pode ser considerada pequena, frente às gigantes árabes Emirates, Qatar e Ethiad. Atualmente ela não tem voos para o Brasil).

O programa de fidelidade da Gulf Air chama-se Falcon Flyer, que tem três níveis de fidelização: blue, silver e gold.

O primeiro degrau (Silver) dá direito a 15kg extra de bagagem, acesso ao vip lounge e prioridade de check-in e bagagem. O segundo (Gold) dá 20kg extra, acesso ao vip lounge para o membro e um acompanhante, linha de reservas exclusiva e prioridade na bagagem, embarque e check-in.

Eu nunca voei com eles e não pretendo voar em 2014. Mesmo assim consegui o cartão Gold. Como? Simples: eles aceitam fazer o status match com outras cias que consideram concorrentes.

O status match funciona assim: você tem status em um programa concorrente e pede para ter o status equivalente na outra cia aérea. Não são todas que fazem isso e os requisitos mudam de cia para cia. Geralmente ele só pode ser feito uma vez, então o planejamento é muito importante.

A minha ideia era utilizar o status na Gulf Air como trampolim para outro programa de fidelidade de meu interesse em 2014 (o que acabou mudando depois do desafio com a American Airlines). Mandei para eles prova da minha associação gold com a Aerolíneas Argentinas (fruto de outro match com a Gol) e da movimentação recente para o e-mail ffp@gulfair.com .

Após alguns dias (acho que foram dois) a equivalência tinha sido aprovada e o status já aparecia no site da Gulf Air.

Já até tinha esquecido o assunto, eis que com o desafio da American meu foco vai ser voar com eles no ano que vem, quando chegou pelo correio o seguinte envelope:

Envelope
Envelope

Dentro um bonito encarte com auto-relevo continha as principais informações sobre o programa:

Encarte
Encarte
Encarte aberto
Encarte aberto
Carta de boas vindas
Carta de boas vindas
Kit completo de boas vindas
Kit completo de boas vindas
Etiqueta para bagagem
Etiqueta para bagagem
Cartão Falcon Flyer Gold
Cartão Falcon Flyer Gold

Devo dizer que fiquei muito bem impressionado com o kit, que em tudo denota atenção aos detalhes. O cartão em si é o mais bonito que já tive, de qualquer cia aérea. Deu até vontade de voar com eles, quem sabe um dia isso não acontece?

American Express está oferecendo bônus de 30% nas transferências para o Ibéria Plus

Cheguei um pouco tarde para falar desta promoção, que já foi inclusive divulgada no Melhores Destinos aqui, mas como ela é muito boa, resolvi postar também.

Somente até 30/11/2013 os associados do Membership Rewards, programa de recompensas dos cartões American Express, poderão transferir seus pontos para o Ibéria Plus com uma bonificação de 30%.

A promoção é interessante não só pela bonificação, que é excelente, mas também pela possibilidade de transferir uma segunda vez os pontos da Ibéria para a British Airways.

Explico: apesar da British deter o controle financeiro sobre a Ibéria e de ambos os programas chamarem seus pontos de Avios, eles são programas diferentes, com regras e parceiros distintos. O programa de milhagem da Ibéria se chama Ibéria Plus, enquanto o da British chama-se Executive Club.

Mesmo sendo os programas distintos, eles permitem que você transfira (sem qualquer custo) sua pontuação de um programa para o outro. É necessário, claro, que você tenha uma conta aberta em ambos, antes de fazer a transferência.

Isto é uma grande vantagem, porque a British é uma companhia muito mais confiável do que a Ibéria e seu mecanismo de busca de passagens em parceiros aéreos é superior ao da Ibéria.

Para se ter uma ideia, com 50 mil avios (tanto no Ibéria Plus como no Executive Club) você emite uma passagem na classe executiva de São Paulo ou Rio de Janeiro para Madrid ou Barcelona. Com a promoção, você só precisaria de 35.000 pontos no Membership Rewards para emitir este trecho, ou, 70.000 pontos para ida e volta.

Para efeito de comparação, o Smiles cobra 52.500 milhas o trecho entre Brasil e Europa (105.000 milhas ida e volta).

Diners vai fechar a sala vip em Guarulhos

Conforme noticiou o passageiro de primeira aqui, o Diners vai fechar a sua sala vip em Guarulhos em 29/12/2013 (bem no meio das viagens de fim de ano), cancelando também o serviço de vans para São Paulo. É um verdadeiro tiro no pé, pois se trata do maior benefício que o cartão oferece (a sala vip).

É bom lembrar que o mesmo aconteceu com a sala vip do aeroporto do Galeão no ano passado. Vão restar apenas as salas vip em Congonhas e Santos Dumont, sabe-se lá por quanto tempo.

Até hoje o Diners foi um cartão que mantive pelos benefícios que agredam à viagem, já que não costumo sequer carrega-lo na carteira. A sala vip em Guarulhos é um oásis numa conexão longa, pois oferece internet grátis, sofás, televisões, monitores com o horário dos voos, computadores com impressora, banheiro (limpo!), alguns lanches (nada de especial) e bebidas não alcoólicas (o cappuccino é delicioso).

Se o fechamento for definitivo (o que parece ser o caso), acredito que muitos clientes vão acabar cancelando seu cartão (a começar por mim), já que ele não é competitivo no quesito pontuação (1,5 ponto por dólar na versão Exclusive, sempre com dólar altíssimo para conversão) e troca por milhas (15.000 pontos viram apenas 10.000 nas cias internacionais).

A perda é bem significativa para Guarulhos, que viu as opções de salas vip (na área externa, antes do controle de bagagem) minguarem de três (além da Diners o Smiles também fechou a sua) para apenas uma sala vip na área externa. Vai restar apenas a sala da American Express, que é pequena e está sempre cheia.

Ganhe status Platinum no Le Club de graça

Atualizado em 12/12/2013, às 21:08h.

Este link promocional não está mais funcionando, aguardem novos posts quando surgirem novos links.

Esta oferta ainda está ativa, mas já está rodando há alguns dias, por isso não acho que vai durar muito mais tempo. Então clique logo neste link para ganhar o status Platinum na rede Accor.

Se você já tiver uma conta no Le Club deverá abrir uma nova conta (a promoção só é válida para novas contas). Basta utilizar um e-mail diferente (é possível mudar para o e-mail de sua escolha depois de ter finalizado o processo).

Mesmo que você não tenha o hábito de ficar no Sofitel, Novotel, Pullman, Grand Mercure, Mercure, Ibis, Formula 1, você nunca sabe quando pode precisar ficar em um hotel da rede e ter o status máximo lhe dará alguns benefícios, como internet de graça, early check in, late check out (esses dois não são garantidos) e acesso ao lounge (onde houver). A lista completa dos benefícios você pode ver aqui.

Essa é a típica promoção que nem precisa pensar muito: status máximo de graça. E ela pode lhe dar ainda mais benefícios se você aproveitar depois de receber o status Platinum no Le Club para pedir um status match para outro programa de fidelidade de hotéis.

500 milhas de graça na Air Berlin

A empresa que administra os duty free na Alemanha, HEINEMANN & ME, está oferecendo 500 pontos na Air Berlim apenas pelo seu cadastro com eles.

Basta se cadastrar até o dia 31/12/2013 e inserir o seu número do Top Bonus (programa de fidelidade da Air Berlin). Se não tiver cadastro no Top Bonus, procure alguma promoção no google, eles sempre dão algumas milhas para novos membros (geralmente 1500 milhas).

Mesmo que você nunca imagine voar com eles, a gente nunca sabe. Além disso, milhas de graça, são milhas de graça.

Trip Report: Buenos Aires – Conclusão

Como eu gosto de dizer, toda viagem começa e termina na área de embarque. Ou quase, porque os meus relatos vão terminar num textinho curto, apontando erros e acertos nas escolhas e ainda impressões gerais da viagem e destino visitado.

A boa notícia pra quem tem viagem marcada pra capital portenha é que a cidade continua linda. E o melhor: com preços camaradas para quem troca seus reais no cambio paralelo.

Eu recomendo levar reais e trocar somente o necessário para chegar no hotel no Banco de La Nación, cuja agência no aeroporto de Ezeiza já foi sinônimo de bom cambio. O ideal é acompanhar as cotações no site Dolar Blue que traz cotações online tanto do cambio oficial como do paralelo. O restante você troca no paralelo na calle Florida.

Mas é muita diferença, você pergunta? Bom, vamos comparar as cotações de hoje. A cotação oficial real x peso é de 2,65. No paralelo o real compra 4,05 pesos. Uma diferença de 35%. É muito, pode acreditar. Com mil reais você compra 1400 pesos a mais no paralelo. E apesar da moeda estar deflacionada, com esse dinheiro você faz muita coisa.

Uma dica é levar a caneta que identifica notas falsas, embora nem ela possa te salvar de uma nota lavada (uma nota menor lavada quimicamente da impressão original e impressa em valor superior).

De um modo geral é só tomar cuidados que você tomaria aqui ao receber as notas maiores: olhe contra a luz, sinta a textura e evite andar com notas grandes (para evitar esquemas). Troque as notas grandes em restaurantes, farmácias e supermercados.

No quesito planejamento não mudaria muita coisa na viagem. Certamente o voo de volta não era a melhor opção, pois o voo direto daria mais horas de sono e um horário que permitiria almoçar em Buenos Aires, antes de ir para o aeroporto. Mas como isso não era possível para algumas pessoas do grupo, o voo via Porto Alegre acabou sendo a opção viável.

Agora que me animei a escrever os Trip Reports, semana que vem começo a descrever como foi a viagem de qualificação para o Executive Platinum da American Airlines.

Trip Report: Buenos Aires – Voo G3-7651 EZE-POA

Gol Voo G3-7651
Buenos Aires Ezeiza (EZE) – Porto Alegre (POA)
Sexta, 11 de novembro de 2013
Partida: 05:37 (+ 7 min)
Chegada: 07:57 (- 10 min)
Duração: 1h20min
Aeronave: Boeing 737-800
Assento: 6A

map

Como o vôo era curto e eu estava morrendo de sono, achei que não valia a pena pagar pelo “assento especial”. Ao invés disso, preferi um assento mais a frente (para facilitar a saída) e na janela (para poder encostar e dormir).

O avião destinado à rota era um 737-800 Next Generation, com o novo sky interior. Para reconhecer é fácil, ele tem aquela iluminação azulada no teto. Outra diferença importante é que os compartimentos de bagagem são bem maiores, como vocês podem ver nas fotos.

169 171

 

O espaço para perna no assento onde estava não era dos melhores:

168

 

Mas como a ideia era dormir, não me importei muito. Apesar disso, peguei um sanduíche para completar o café da manhã, antes de voltar ao sono:

172

 

Quando acordei, já estávamos na capital gaúcha, onde a chuva caía impiedosamente. A grande surpresa foi ao sair do avião e ver que aquele 737-800 é o que transporta a Seleção Brasileira nos deslocamentos da América do Sul:

175

 

Efetuado o desembarque, passamos pelo controle de passaporte e retirada de bagagens num tempo razoável (cerca de 20 min). E aí chegou a vez de passar pela alfândega. A de Porto Alegre tem uma especialidade: apreender doce de leite. Embora saiba que eles estão somente fazendo o trabalho deles, sempre me irrito com essa bobagem de que um pote de doce de leite industrializado possa contaminar qualquer coisa. Mas que sei eu?

Após algumas horas de espera (e já odiando ter pegado esse voo com conexão, neste horário ingrato), partimos rumo a Floripa no voo G3-1946 que não teve nada de especial (dormi o voo inteiro). O detalhe curioso foi que 139 passageiros não conseguiram chegar ao aeroporto Salgado Filho, que estava ilhado em razão da chuva. Imagina a confusão que não deve ter dado depois pra acomodar esse povo todo.

Amanhã eu posto aqui as conclusões, encerrando este primeiro trip report. Até lá!

Trip Report: Buenos Aires – American Express Platinum Lounge

Como eu havia falado no post de introdução, nosso voo de volta seria bem cedo (5:30). Nesse horário seria tranquilo sair com até duas horas de antecedência já que não há trânsito algum, mas nunca é bom dar chance pro azar. Carro fura pneu, pode ser parado pela polícia, etc, etc. Optamos por sair as 3h, como recomendou o atendente do hotel.

Ele mesmo agendou o transfer, que saiu mais barato que a ida (o que é o normal por lá), mas não anotei o valor. O certo é que pude incluir na conta e pagar com um voucher extra que emiti no próprio lobby do hotel.

Mesmo chegando cedo (3:30h) já havia uma senhora fila no check in da Gol. Felizmente não havia ninguém na fila do check in prioritário (benefício do cartão de crédito Smiles Platinum).

Aeroporto sempre tem uma cenas bizarras
Aeroporto sempre tem uma cenas bizarras

A franquia de bagagem nos voos para América do Sul é a mesma dos voos domésticos (um volume de até 23kg). Como estava levando uma caixa com 12 vinhos, pesando quase 30kg teria de pagar excesso de bagagem. Mas outro benefício deste cartão de crédito é o direito a uma franquia extra de 20kg, o que me isentou de qualquer pagamento.

Um bom motivo para sair cedo se você tem um voo que sai de Ezeiza é que as filas na alfândega e imigração são algo costumeiro. Apesar de contarem com quatro máquinas de raio-x, apenas duas estavam funcionando e na imigração, dado o horário, não eram mais de 6 os atendentes trabalhando. Resultado: filas!

O free shop de Ezeiza já foi um grande atrativo para o aeroporto, mas os preços subiram bastante. A razão é o câmbio artificial do governo, que é muito abaixo do câmbio paralelo (dólar blue). Então se você troca no paralelo e vem gastar seus pesos no free shop que utiliza a cotação oficial, é óbvio que a conta não fecha. Solução: subir os preços em dólar.

Como não tinha nada para comprar e não tinha tomado café da manhã, resolvi ir direto para a sala da American Express, que fica próxima ao portão 1. A sala é acessível aos portadores dos cartões de crédito Gold e Platinum. Se você for Gold, pode bater o pé, já que a regra parece só se aplicar aos cartões emitidos no Brasil, algo que alguns atendentes desconhecem (ou fingem não lembrar).

Além da sala principal (que terá um post próprio em outro trip report), que tem bebidas (inclusive alcoólicas) e algumas opções de comida, existem outras duas salas fechadas. Uma para os portadores do cartão Platinum e outra para os que possuem o Centurion.

Como essa foi minha primeira viagem para lá com o cartão Platinum, estava curioso para saber quais eram as diferenças. Sinceramente: além de uma ou outra opção a mais para comer e beber e do espaço ser mais vazio, vi os mesmos móveis cansados da área geral. Aliás, já passou da hora de uma reforma completa por ali.

161 163 164 156 157 158 159

Feito o desayuno já estava na hora de embarcar de volta pra casa. Mas isso é assunto para o próximo post.

Trip Report: Buenos Aires – Novotel Buenos Aires

153

Novotel Buenos Aires
Diária: US$ 96,80
Check-in: Sexta, 08 de novembro de 2013
Check-out: Segunda, 11 de novembro de 2013
Quarto: 603 (standard room)

Ao chegarmos em Buenos Aires não havíamos reservado um transfer, o que nunca é um problema já que ao sair da área segura você encontra uma dúzia de empresas que prestam o serviço.

A mais conhecida é a Manuel Tienda León, que pelo trajeto aeroporto-hotel cobrou 405 pesos (+- R$ 106,00 no câmbio negro) para quatro pessoas (+-R$ 26,00 por pessoa).

Achei o valor bem em conta, levando em consideração que Ezeiza fica bem afastado da cidade – 31,8 km no google maps. Sem trânsito é coisa de meia hora, mas na hora do rush pode tranquilamente chegar ao dobro.

Como não pegamos trânsito o trajeto passou rápido e quando vi já estávamos desembarcando na Avenida Corrientes, em frente ao Novotel.

O prédio é dividido ao meio. À direita fica o Ibis e à esquerda fica o Novotel. Ou seja, se quiser economizar tudo aquilo que falei sobre a excelente localização do Novotel vale pro Ibis, que tem um preço mais camarada.

075

Aqui o lobby:

076 077 078 080 079

O check in foi rápido e recebi um par de drinques de cortesia em razão do status Platinum no Le Club.

Subimos ao sexto andar e em alguns minutos já estávamos no quarto 603. Particularmente gosto bastante da decoração moderna que o hotel possui, mas a falta de iluminação combinada com a madeira escura dos móveis incomoda um pouco.

Vamos às fotos do quarto? 

082 085 087 086 088

 

E aqui as imagens do banheiro:

091 092 093 094 096

O quarto conta ainda com um cofre com tamanho para acomodar um laptop, algo sempre bem vindo:

097

Já a cafeteira é mais uma exigência dos hóspedes americanos, eu mesmo quase nunca uso:

098

Há ainda alguns petiscos:

099

E um frigobar:

100

Este quarto era virado pros fundos, então a vista era de mais prédios no horizonte:

089

Mas olhando pra baixo via-se a piscina do hotel:

101

A piscina não é aquecida, então só dá pra se aventurar nela nos meses mais quentes:

143

No quarto havia ainda uma caixa de bombons acompanhado de uma carta de boas vindas, algo que é destinado aos clientes da categoria Platinum no Le Club:

081090

Vou ficar devendo fotos do café da manhã, mas posso dizer que ele é sensacional. Tem opções para todos os gostos: pães, frutas, iogurtes, geleias, doce de leite, ovos mexidos, bacon, etc. Tem até churros!

Hoje em dia, pela qualidade, localização e possibilidade de pagar com voucher é sem dúvida alguma minha opção número 1 quando penso em hospedagens em Buenos Aires.

Se você não quiser perder nenhum post, assine o blog via e-mail (ali no canto direito superior ou aqui embaixo).