Rumo ao aeroporto!

Pra minha média este tem sido um ano tranquilo de viagens. Não tem sido fácil arrumar tempo livre para viajar e o dólar nas alturas não ajuda em nada. Assim quando a oportunidade certa apareceu não pensei duas vezes: é hora de fazer as malas e partir. No roteiro Las Vegas, Seattle e Vancouver, voando Delta, Alaska, Cathay Pacific e Tam, todos produtos inéditos aqui no blog. Na volta, claro que farei um trip report completo, mas vocês podem viajar junto comigo no Twitter e Instagram.

Também deixei uma série de posts agendados (deu um trabalho do cão) para que vocês não sofram de abstinência (até parece!). O ritmo vai cair um pouco, pois era inviável escrever posts para todos os dias, mas fiquem de olho que tem bastante coisa bacana indo ao ar.

O primeiro trecho será FLN-GRU-DTW-LAS, voando Delta e tirado com milhas do Smiles (35.000 milhas):

FLN-GRU-DTW-LAS

Já que a passagem foi com milhas, aproveitei a economia para comprar o upgrade para a Premium Economy e acho que vai ser interessante contar para os leitores se vale ou não a pena pagar pelo produto.

Depois de uma semana na Sin City, hora de pegar o avião com destino a Seattle, com outra novidade a Alaska Airlines. Mas antes de embarcar quero conhecer o Centurion Lounge da American Express de Vegas.

LAS-SEA

Sempre tive muita curiosidade de conhecer a cidade esmeralda e tudo que eu tenho lido só aumenta essa vontade. Bora colocar mais uma novidade nessa viagem? Vou utilizar o trem para o trajeto até Vancouver. Quais serão as vantagens e desvantagens com relação ao avião?

A parte canadense, aliás, é com a qual eu mais estou empolgado, já que será minha primeira viagem ao país. Vancouver parece ser uma cidade incrível e certamente será uma semana de grandes descobertas.

A viagem de volta será em grande estilo: aproveitando o fato de que a tabela da British Airlines ia mudar, resolvi fazer o caminho de volta via Nova Iorque, apenas para testar um dos melhores voos (pelos relatos que li até agora) “fifth freeedom” que existem, o voo Vancouver-Nova Iorque pela Cathay Pacific, na classe executiva.

YVR-JFK

Em Nova Iorque pausa para esticar as pernas e dar uma volta na cidade (durante o dia) antes de embarcar rumo ao Brasil no Boeing 767 da Tam, equipado com a nova executiva. Cortesia de uma promoção do Fidelidade que permitiu a emissão por apenas 50.000 pontos.

JFK-GIG-FLN

Na parte da hospedagem também teremos assunto: me inscrevi no desafio do Hyatt para chegar ao status Diamond, o mais alto do programa. Então todas as noites serão em hotéis da rede, o que mudou um pouco os planos iniciais. Mas acredito que isso vai fazer a diferença em viagens futuras (como foi o caso do desafio do Marriott Rewards). Se tudo correr bem, apenas nessa viagem completarei as doze noites exigidas.

Então é isso, sigam o Área de Embarque no Twitter e Instagram (nunca é demais lembrar) que prometo estar ativo por lá. E segunda feira o trip report da viagem à Ásia segue, viu?

Gostou do post? Quer ser o primeiro a receber as novidades, dicas e promoções? Assine o blog: no desktop e no Ipad é no canto esquerdo e lá embaixo e no Iphone somente no rodapé. Basta inserir seu e-mail para cadastrar-se e receber sempre tudo em primeira mão.

Tam foi a terceira cia mais pontual do mundo em Abril

Tam: terceira empresa aérea mais pontual do mundo em Abril
Tam: terceira empresa aérea mais pontual do mundo em Abril

A Tam ocupou a terceira colocação no ranking to site Flightstats no quesito pontualidade no mês passado, feito digno de aplausos. O cálculo leva em conta tanto voos domésticos quanto internacionais e a vermelhinha chegou à marca de 89,39% de pontualidade em Abril. É ótimo saber que os horários estão sendo respeitados na maioria dos voos.

O primeiro lugar me surpreendeu: ficou com a russa S7. Na segunda posição veio a SAS, da Escandinávia.

Para o cálculo do índice o site considera atraso o voo que chega além de 14 minutos do horário previsto.

O ranking completo você encontra aqui.

Gostou do post? Assine o blog: no computador e no Ipad é no canto superior esquerdo e lá embaixo, no Iphone somente no rodapé. Basta inserir o seu e-mail.

Trip Report: Indochina – 19 – Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Chegando em Bangkok depois de dias sensacionais nas praias tailandesas exigiu uma adaptação imediata. Sai o clima relaxado e as imagens idílicas, entra um ritmo frenético da capital tailandesa. Nessa viagem foram muitas viagens dentro de uma só. E eu gostei de todas, principalmente pois pude fazer bom uso dos meus pontos, para ficar no chique e bem localizado Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel, que fica a algumas quadras do maior agito de ano novo, além de ter uma localização central. Falo sobre isso no décimo nono post deste trip report:

  1. Introdução;
  2. Emissão de passagens;
  3. Reserva de hotéis;
  4. Ibis Guarulhos;
  5. Sala Vip Star Alliance (GRU);
  6. Voo Turkish Airlines GRU/IST;
  7. Polat Renaissance Hotel Istanbul;
  8. Cip Lounge Turkish Airlines (IST);
  9. Voo Turkish Airlines IST/BCN;
  10. Sala Vip Pau Casals (BCN);
  11. Voo Swiss Airlines BCN/ZHR;
  12. Voo Swiss Airlines ZHR/AMS;
  13. Voo Eva Airways AMS/BKK;
  14. Voo Bangkok Airways BKK-HKT;
  15. Millenium Resort Patong Phuket;
  16. Holiday Inn Resort Phi Phi Island;
  17. Sheraton Krabi Beach Resort;
  18. Voo Bangkok Airways KBV/BKK;

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Diária: 30.000 pontos
Check-in: Quarta, 31 de dezembro de 2014
Check-out: Domingo, 4 de janeiro de 2015
Quarto: ?
Site: http://www.marriott.com/hotels/travel/bkkbr-renaissance-bangkok-ratchaprasong-hotel/

Meu esquema de fidelidade com hotéis funciona assim: tenho uma rede onde consigo manter o status máximo com relativa facilidade (Le Club Accor Hotéis) e vou pulando de galho em galho nas principais redes internacionais através de pedidos de equivalência de status (“status match”) e desafios para obter status (“status challenge”). Há alguns anos eu fiz o desafio da Marriott e acumulei um bom número de pontos obtendo o status Platinum na rede.

Estava guardando estes pontos para serem bem utilizados, idealmente numa estadia de cinco noites, já que a última noite sairia de graça segundo as regras do Marriott Rewards. Isso não foi possível, já que o cronograma estava apertado. Mas não me arrependo nem um pouco de ter gastado todos meus pontos para ficar neste hotel que foi perfeito.

O táxi nos deixou na porta do hotel e ao dirigir-me ao balcão de check-in, fui encaminhado ao elevador para realizar o processo na recepção do lounge vip, benefício por ainda ser cliente Gold no Marriott Rewards.

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

No caminho do elevador a decoração de Natal ainda estava presente:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Não tirei fotos da recepção do lounge por não querer constranger a recepcionista, mas o benefício de ter acesso ao espaço a qualquer hora do dia foi um diferencial e tanto como vocês vão ver. Era hora de conhecer o quarto. Uma cama king bed que parecia abraçar você ao deitar nela:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Em frente um espaço para a abrir a mala, ao lado da tevê tela plana:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Ao lado os petiscos (pagos) do mini-bar:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Ao lado da cama uma escrivaninha para quem precisa trabalhar durante a estadia (a internet era ultraveloz e gratuita pelo status):

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Na cabeceira um bloco de notas (vai que você tem uma ideia genial durante a noite) e o telefone:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Do outro lado o radio relógio:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Uma poltrona ao lado da janela que foi pouco usada:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

E no pé da cama um banco para calçar os sapatos:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

O quarto não tinha uma vista digna de nota, apenas uma nesguinha de verde só pra constar:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Estas águas eram cortesia e repostas todos os dias:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Abaixo, em uma gaveta uma chaleira e um balde de gelo:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Em outra gaveta copos, xícaras e pacotes de chá e café:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Havia ainda dois copos longos e duas taças:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

E um frigobar abastecido:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Pra mim o destaque do quarto era o banheiro, que além de contar com essa bela banheira:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Contava também com um chuveiro excelente:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Os amenities eram da prestigiada marca Tokyo Milk, a qual, obviamente, eu jamais tinha ouvido falar (depois fui pesquisar):

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Entre a banheira e o chuveiro, o vaso sanitário e o telefone ao lado para algum tipo de emergência:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Do outro lado algo que as mulheres adoram: espelho de aumento e duas pias, o que sempre agiliza o processo de se arrumar:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Logo abaixo da pia um rolo de papel higiênico sobressalente, o secador de cabelo e toalhas extra:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Lembra que eu falei que o lounge fez toda a diferença na estadia? Todos os dias havia um happy hour com comidinhas e um bar completo, gratuito para os hospedes com acesso ao local:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Era Réveillon e iniciei os trabalhos com um Gin & Tônica:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

No mesmo espaço, a qualquer hora do dia você pode pegar uma água ou refrigerante da geladeira.

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Mas não era hora de ficar no hotel olhando pra geladeira e sim de ir pra rua. Em frente ao Central World estavam acontecendo shows de artistas locais. Estava animado, mas não conhecia nenhum artista se apresentando. Perto da meia noite teve contagem regressiva e uma queima de fogos.

Réveillon em Bangkok - Center World
Réveillon em Bangkok – Center World

No dia seguinte, mais uma vantagem do lounge: um café da manhã completo te esperando para ajudar na recuperação do dia anterior.

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Pros que sucumbiram ao cansaço o hotel conta ainda com uma piscina no topo do prédio:

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Pros fortes, a academia fica logo ao lado. Malhar com essa vista até anima, não é mesmo?

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Uma das razões porque é tão difícil montar um roteiro na Ásia é que cada um tem gostos e preferências diferentes. Bangkok pode ser menos inspiradora que as praias mas tem diversas outras atrações que fazem dela uma metrópole sem igual. Não me arrependo, em absoluto, de ter ficado quatro noites ali. Vejam o mundo de atrações que a cidade oferece:

Atrações turísticas de Bangkok
Atrações turísticas de Bangkok
Atrações turísticas de Bangkok
Atrações turísticas de Bangkok
Atrações turísticas de Bangkok
Atrações turísticas de Bangkok
Atrações turísticas de Bangkok
Atrações turísticas de Bangkok
Atrações turísticas de Bangkok
Atrações turísticas de Bangkok
Atrações turísticas de Bangkok
Atrações turísticas de Bangkok
Atrações turísticas de Bangkok
Atrações turísticas de Bangkok

Andamos a beça, fomos em diversos templos, palácios, feiras e museus e ainda tinha muita coisa pra fazer, viu? Não caia nessa de ficar poucos dias que a capital tailandesa tem muito o que fazer.

Conclusão:

A minha conclusão sobre o hotel não poderia ser mais positiva. Cumpre aquilo que promete e vai além, entregando mais do que o esperado: o hotel e suas instalações são impecáveis, os funcionários atentos e prestativos, a localização é excelente para explorar a cidade, perto do transporte público, há ampla oferta de comércio por perto e a lista vai longe. A minha estadia foi ainda mais especial pelo acesso ao lounge vip que realmente mima os hóspedes até dizer chega. Valeu a pena torrar meu saldo de pontos para conhecer essa joia de hotel, prova de que os pontos e milhas podem fazer muito por você, se souber usá-los.

Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel
Renaissance Bangkok Ratchaprasong Hotel

Gostou do post? Assine o blog: no computador e no Ipad é no canto superior esquerdo e lá embaixo, no Iphone somente no rodapé. Basta inserir o seu e-mail.

Smiles: análise das transferências bonificadas e promoções de compra de milhas

smiles2

No último final de semana o Smiles fez um feirão de passagens com algumas oportunidades bem interessantes, como trechos nacionais a 4.000 milhas e para a América do Sul por 5.000 milhas. Eu achei diversos trechos em diferentes datas e quando é para elogiar, a gente elogia: repita a dose mais frequentemente Smiles. O fato é que diante disso resolvi analisar as muitas ofertas de compra de milhas e transferência bonificada vigentes.

Antes de passar para a análise, é preciso falar que o custo da milha Smiles vendida subiu. Era de R$0,04 por milha e hoje está em R$0,07. Também subiu o número de milhas necessárias para diversos resgates. Ou seja, além de estar mais cara, a milha Smiles está valendo menos.

COMPRA DE MILHAS

Em geral meu conselho é: não compre milhas. Ainda mais do Smiles que são relativamente fáceis de ser obtidas nas compras em estabelecimentos parceiros ou cartões de crédito. Mesmo assim, em situações como a promoção do final de semana passado a compra pode fazer sentido (ou ainda se você precisar de pouca coisa para inteirar uma passagem).

Promoção 1: Compre até 100.000 milhas com 50% de desconto

Mecânica da promoção: aqueles que realizarem uma das seguintes transações:

  • Acúmulo de Milhas Smiles com parceiros financeiros originadas de transferência de pontos (exceto HSBC e Santander);
  • Acúmulo de Milhas Smiles por meio do parceiro NetPoints;
  • Resgate de produtos pelo Shopping Smiles;
  • Resgate e Acúmulo de Milhas com os parceiros aéreos GOL, Air France, KLM, Delta Air Lines, Qatar, Aerolineas Argentinas, Etihad Airways, TAP, Alitalia  e Copa Airlines, exceto os créditos retroativos.

Receberão um código promocional válido por 30 dias para a compra de até 100.000 milhas com desconto de 50%.

Aplicando o valor da milha à promoção do último final de semana teríamos trechos nacionais a R$ 140,00 e internacionais a R$ 175,00, o que podem ser bons valores quando comparados aos cobrados pelas passagens promocionais pagas.

Promoção 2: Compre 1 milha, leve 3

Mecânica da promoção: basta comprar milhas no período promocional.

Aplicando o valor da milha à promoção do último final de semana teríamos trechos nacionais a R$ 93,33 e internacionais a R$ 116,66, o que são excelentes valores, abaixo do que se encontra nas passagens promocionais pagas.

Mas atenção: as milhas compradas tem validade de 1 ano e as milhas bônus tem validade de apenas seis meses. Só compre se tiver um uso específico, não compre especulativamente.

Promoção 3: Compre até 40.000 milhas com 70% de desconto

Mecânica da promoção: promoção válida somente para quem tem um cartão de crédito Smiles e pagar a fatura no período promocional. Após o pagamento, as milhas referentes a esta fatura serão creditadas, e você receberá um código promocional para comprar milhas com 70% de desconto.

Aplicando o valor da milha à promoção do último final de semana teríamos trechos nacionais a R$ 84,00 e internacionais a R$ 105,00, o melhor valor de todos no comparativo.

Essas Milhas Smiles terão validade de 1 (um) ano, a partir do momento em que forem creditadas.

TRANSFERÊNCIA BONIFICADA

Promoção 1: Até 30% de bônus nas transferências dos Cartões Bradesco

Mecânica da promoção:

  • Transferências até 20.000 pontos ganham 10% de bônus;
  • Transferências até 40.000 pontos ganham 20% de bônus;
  • Transferências acima de 40.000 pontos ganham 30% de bônus;

As transferências bonificadas são o momento ideal para quem quer manter um saldo no Smiles. Elas aparecem com frequência, geralmente com a mecânica acima, então se você não tem nenhum cartão Bradesco fique de olho que logo aparece outra promoção. Assim como nas demais promoções as milhas bônus tem validade de apenas seis meses.

Promoção 2: Promoção especial para os clientes Prata, Ouro e Diamante do Smiles

Mecânica da promoção:

  • Clientes Prata que transferirem a partir de 5.000 pontos ganham 15% de bônus;
  • Clientes Ouro que transferirem a partir de 5.000 pontos ganham 25% de bônus;
  • Clientes Diamante que transferirem a partir de 5.000 pontos ganham 30% de bônus.

Pra quem tem status é uma boa promoção, pois o valor da transferência mínima é baixo e os bônus são um pouco mais generosos que em outras promoções.

Promoção 3: 30% de bônus nas transferências dos Cartões American Express

Mecânica da promoção: basta transferir um mínimo de 20.000 pontos do Membership Rewards para o Smiles durante o período promocional. Uma boa bonificação e um valor razoável de transferência mínima, embora eu prefira usar meus pontos do Amex com outros parceiros aéreos.

CONCLUSÃO

O negócio do Smiles é vender milhas. Seja para você, diretamente, seja para os bancos que de tempos em tempos tem que repor seu estoque. Isto não é nenhum demérito, pois como vimos existem boas oportunidades de transferência, que é o que eu recomendo para quem quer manter um saldo no Smiles ou mesmo resgatar algum prêmio. Mas a compra não é uma opção tão ruim se a ideia for resgatar prêmios durante uma promoção. Apenas faça o cálculo de quanto a passagem estará saindo para ver se vale a pena comprar as milhas e não se esqueça que as milhas bônus tem validade de apenas seis meses.

Se essas promoções existissem com a tabela que vigorou até o ano passado…

Gostou do post? Quer ser o primeiro a receber as novidades, dicas e promoções? Assine o blog: no desktop e no Ipad é no canto esquerdo e lá embaixo e no Iphone somente no rodapé. Basta inserir seu e-mail para cadastrar-se e receber sempre tudo em primeira mão.

 

TAM lança totens para etiquetagem de bagagens em Guarulhos

Tam: totens de etiquetamento de bagagem prometem diminuir o tempo em espera
Tam: totens de etiquetamento de bagagem prometem diminuir o tempo em espera

Desde o mês passado os passageiros da Tam podem contar com totens de autoatendimento para impressão de etiquetas de bagagens nos voos internacionais que partem do Terminal 3 do aeroporto de Guarulhos. A novidade é ótima para diminuir o tempo em espera no aeroporto.

Segundo a Tam, a expectativa é reduzir pela metade o tempo entre a chegada do passageiro ao aeroporto até a entrada dele na área de embarque. O Terminal 2 será o próximo a receber os totens. Na sequência o sistema será implantado em Brasília e Rio de Janeiro (GIG).

Com a implementação da tecnologia a Tam já recebeu o selo “Fast Travel” concedido para a Iata (Associação Internacional de Transporte Aéreo) às cias que mais oferecem facilidades aos seus passageiros no quesito autoatendimento, como mostra o gráfico abaixo:

linha_tempo_autoatendimento (1)

Boa iniciativa da Tam, tomara que chegue logo aos demais aeroportos.

Gostou do post? Quer ser o primeiro a receber as novidades, dicas e promoções? Assine o blog: no desktop e no Ipad é no canto esquerdo e lá embaixo e no Iphone somente no rodapé. Basta inserir seu e-mail para cadastrar-se e receber sempre tudo em primeira mão.

Trip Report: Indochina – 18 – Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)
Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

Depois de uma bela noite de sono e um café da manhã espetacular era hora de rumar para o aeroporto. Na agenda: devolver o carro na Budget, fazer o check-in e tomar o voo rumo a Bangkok. Foi o segundo voo com a Bangkok Airways, a cia aérea butique da Ásia (slogan da própria). O primeiro tinha sido excelente, como compararia com o segundo? É o que veremos a seguir no décimo oitavo post deste trip report:

  1. Introdução;
  2. Emissão de passagens;
  3. Reserva de hotéis;
  4. Ibis Guarulhos;
  5. Sala Vip Star Alliance (GRU);
  6. Voo Turkish Airlines GRU/IST;
  7. Polat Renaissance Hotel Istanbul;
  8. Cip Lounge Turkish Airlines (IST);
  9. Voo Turkish Airlines IST/BCN;
  10. Sala Vip Pau Casals (BCN);
  11. Voo Swiss Airlines BCN/ZHR;
  12. Voo Swiss Airlines ZHR/AMS;
  13. Voo Eva Airways AMS/BKK;
  14. Voo Bangkok Airways BKK-HKT;
  15. Millenium Resort Patong Phuket;
  16. Holiday Inn Resort Phi Phi Island;
  17. Sheraton Krabi Beach Resort

Bangkok Airways Voo PG-262
Krabi (KBV) – Bangkok (BKK)
Quarta, 31 de dezembro de 2014
Partida: 11h30
Chegada: 12h55
Duração: 57min
Milhas: 402
Aeronave: Airbus A320
Assento: 4F (classe econômica)

kbv-bkk

Saímos com bastante antecedência do hotel para o aeroporto, pois além do trajeto ser longo (cerca de meia hora) ainda era preciso abastecer o carro, encontrar o guichê de devolução e resolver a papelada.

A questão do reabastecimento foi tranquila, pois existem diversos postos de combustível no caminho para o aeroporto. Mas encontrar onde era a devolução dos carros não foi tão intuitivo. A sinalização é confusa e no final precisei parar para perguntar. Na verdade não existe um local propriamente dito para deixar o carro, mas uma parte do estacionamento onde todos deixam o carro de qualquer locadora. Depois você entra no terminal e termina a devolução no guichê.

Para fazer o check-in tivemos que caminhar até o outro terminal, onde tudo transcorreu sem filas (era cedo):

Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)
Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

Depois do procedimento do raio-x fui conhecer o lounge que a Bangkok Airways destina a todos os seus passageiros (sim, todos, até mesmo quem voa na econômica):

Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)
Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

Essa foi a única foto que tirei do espaço, mas haviam opções para beber (café, suco de laranja, água) e comer (pipoca, sanduíches, pizza, bolo), além de internet gratuita. Neste voo ficou claro que a maioria dos passageiros não sabe que pode utilizar do espaço, já que quase todos na sala de espera entraram na mesma aeronave que eu. Se por um lado a empresa deveria divulgar o benefício mais proativamente (afinal é um senhor diferencial), por outro foi bom que não o tenha feito, pois a sala é pequena e certamente não daria conta da demanda. A internet já sofria mesmo com poucos usuários:

IMG_0759

Como não havia razão nenhuma para entrar antes no avião e a sala vip fica em frente ao portão de embarque, esperei até a última chamada para embarcar.

Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)
Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

O Airbus A320 batizado Sawasdee Umphon não é dos mais novos, mas estava impecável. O layout é classe única com três poltronas de cada lado:

Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)
Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

As melhores poltronas são as da primeira fileira e da saída de emergência, que já estavam ocupadas. Optei então pela poltrona na janela mais à frente possível, neste caso a 4F:

Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)
Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

Revestida em couro e um pouco estreita, tinha uma boa distância da fileira da frente:

Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)
Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

Fechadas as portas, deu pra perceber que o voo estava com ocupação perto da máxima. Ainda em solo foram distribuídas toalhas úmidas.

Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)
Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

No horário previsto o avião foi tratorado e fez os procedimentos de decolagem. Já em cruzeiro foi iniciado o serviço de bordo, com um almoço quente:

Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)
Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

A badeja veio com salada, arroz jasmin e peixe ao molho paneang (apimentado): 

Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)
Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

De sobremesa um brownie de chocolate desejando a todos um feliz ano novo. Muito simpático.

Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)
Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

As opções de bebida eram as mesmas da sala vip: café, água e suco de laranja. Fui no café que, bem, era Nescafé solúvel…não dá pra esperar muita coisa.

Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)
Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

Mesmo assim receber este tipo de serviço em um voo doméstico de cerca de uma hora é sensacional. São detalhes como esse que separam a Bangkok Airways da concorrência. Terminado o serviço de bordo, já era hora de pousar.

Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)
Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

Descemos em uma posição remota, o que é chato mas possibilita tirar fotos como essa:

Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)
Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

Ou observar de perto o interessante movimento no pátio do aeroporto de Bangkok. Vi pela primeira vez um avião da Shenzhen Airlines:

Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)
Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

E um velho conhecido: o Boeing 777-300ER da EVA Air:

Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)
Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

Hora de recolher a bagagem e tocar pro hotel. O Réveillon seria dali algumas horas, mas isso eu conto no próximo post.

Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)
Voo Bangkok Airways (KBV/BKK)

Gostou do post? Assine o blog: no computador e no Ipad é no canto superior esquerdo e lá embaixo, no Iphone somente no rodapé. Basta inserir o seu e-mail.

Prejuízo da Gol cresce 600% no 1º trimestre

gol-linhas-aereas-inteligentes-sa-logo

É amigos, não tá fácil pra ninguém. A recente alta do dólar atingiu em cheio os número da Gol que registrou um prejuízo líquido consolidado de 672,7 milhões de reais no primeiro trimestre de 2015. O valor é 599,7% maior do que a perda de 96,1 milhões de reais registrada no mesmo período do ano passado.

A fala do presidente da companhia, Paulo Kakinoff, indica que a companhia vai buscar novos parceiros para capitalizar (como fez com Delta e Air France/KLM):

“Desconsiderando o impacto da desvalorização cambial, o resultado da Gol seria positivo em cerca de 100 milhões de reais no período. A companhia esta atenta às oportunidades para acessar o mercado de capitais já com a nova estrutura societária implementada com vistas a uma eventual capitalização.”

O Ebitda (lucro operacional antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações somado ao valor dos custos operacionais com arrendamento mercantil de aeronaves e com arrendamento suplementar de aeronaves) atingiu 468,9 milhões de reais entre janeiro e março, queda de 4,8% na comparação anual.

A receita operacional líquida, que equivale ao faturamento da empresa, somou 2,50 bilhões de reais de janeiro a março, ligeira alta de 0,5%.

Gostou do post? Quer ser o primeiro a receber as novidades, dicas e promoções? Assine o blog: no desktop e no Ipad é no canto esquerdo e lá embaixo e no Iphone somente no rodapé. Basta inserir seu e-mail para cadastrar-se e receber sempre tudo em primeira mão.

Ganhe até 30.000 milhas do Tap Victoria assinando revistas

Tap_70

Já falei anteriormente aqui da parceria entre a Tap e a Editora Abril, quando eles lançaram uma promoção que dava até 28.000 milhas na TAP para novas assinaturas de revistas. A promoção está de volta e ainda melhor: agora você pode ganhar até 30.000 milhas do Victoria mais um kit de viagem, composto por um bloco de anotações, porta passaporte e etiqueta de mala.

A mecânica é simples: dependendo da assinatura e da duração você ganha um determinado número de milhas. A maior oferta é para assinaturas de Veja+Exame por dois anos, com o que o assinante ganha 30.000 milhas. Mas existem diversas outras opções que você pode conferir na página da promoção. Você na verdade pode ganhar até mais do que as 30.000 milhas se fizer mais assinaturas.

Vale dizer que o programa de fidelidade da cia portuguesa é uma das gratas exceções no que diz respeito a parcerias com os cartões de crédito no Brasil. De cabeça lembro que Amex, Caixa, Banco do Brasil e Santander permitem a transferência de pontos para o Victoria.

Por isso a promoção da Abril se torna interessante, pois pode ajudar você a somar os pontos necessários para a tão sonhada emissão na Tap.

A promoção é válida até 15/06/2015 e somente para pagamentos a prazo. Antes de assinar é preciso que você já seja associado do Victoria (você pode se associar clicando aqui). As milhas serão creditadas em até 50 dias após o pagamento da segunda parcela.

Gostou do post? Assine o blog: no computador e no Ipad é no canto superior esquerdo e lá embaixo, no Iphone somente no rodapé. Basta inserir o seu e-mail.

Trip Report: Indochina – 17 – Sheraton Krabi Beach Resort

Sheraton Krabi Beach Resort. Foto: divulgação.
Sheraton Krabi Beach Resort. Foto: divulgação.

No retorno de Phi Phi retomamos a estadia (não foi feito check-out) no Millenium Resort para as duas noites restantes na reserva. O plano era conhecer os pontos turísticos e praias de Phuket no primeiro dia e no dia do check-out utilizar o carro para dirigir de Phuket a Krabi. Não são todas as locadoras que aceitam locações “one-way”, ainda mais em períodos concorridos, já que isso muitas vezes significa perder uma diária. Por sorte a Budget não só permitia como a taxa cobrada pelo serviço era bem razoável: 535 THB (aproximadamente R$ 48 na cotação de hoje). Olhando pra trás vejo que foi uma ótima escolha, além do carro ser necessário para explorar os pontos turísticos de Phuket, a estrada para Krabi é belíssima e o aeroporto de lá fica um pouco afastado do Sheraton onde ficamos hospedados. É sobre tudo isso e mais um pouco que eu falo hoje, no décimo sétimo post deste trip report:

  1. Introdução;
  2. Emissão de passagens;
  3. Reserva de hotéis;
  4. Ibis Guarulhos;
  5. Sala Vip Star Alliance (GRU);
  6. Voo Turkish Airlines GRU/IST;
  7. Polat Renaissance Hotel Istanbul;
  8. Cip Lounge Turkish Airlines (IST);
  9. Voo Turkish Airlines IST/BCN;
  10. Sala Vip Pau Casals (BCN);
  11. Voo Swiss Airlines BCN/ZHR;
  12. Voo Swiss Airlines ZHR/AMS;
  13. Voo Eva Airways AMS/BKK;
  14. Voo Bangkok Airways BKK-HKT;
  15. Millenium Resort Patong Phuket;
  16. Holiday Inn Resort Phi Phi Island

Sheraton Krabi Beach Resort
Diária: 7.000 pontos
Check-in: Terça, 30 de dezembro de 2014
Check-out: Quarta, 31 de dezembro de 2014
Quarto: 241
Site: http://www.starwoodhotels.com/sheraton/property/overview/index.html?propertyID=1438&language=en_US

Se você estiver em Phuket e quiser ir a Krabi você tem diversas opções de transporte: pode ir de barco, avião, ônibus ou alugar um carro para percorrer os 158 km de estrada entre as duas cidades.

Phuket-Krabi

Como eu gosto de dirigir optei pelo carro. Quase nenhum trafego, asfalto perfeito e estrada bem sinalizada. Pelo google maps o trajeto pode ser feito em 2h37min mas levamos um pouco mais pois fomos parando no caminho para admirar paisagens como esta:

Estrada entre Phuket e Krabi: paisagem ímpar. Foto: google images
Estrada entre Phuket e Krabi: paisagem ímpar. Foto: google images

Ao chegar fomos direto ao hotel para deixar as malas.

Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort

A ideia era tentar um check-in antecipado mas não havia quartos disponíveis. Como só tínhamos este dia para fazer o passeio de barco para as ilhas a solução foi deixar as malas no guarda-volumes do hotel e partir pra Tonsai Beach, de onde partem os passeios de barco para as ilhas próximas.

Passeio de barco em Krabi
Passeio de barco em Krabi

Se não me engano visitamos as três ilhas principais, negociando o tempo em cada um com o barqueiro.

Passeio de barco em Krabi
Passeio de barco em Krabi

A essa altura vocês já sabem que as fotos não fazem justiça ao lugar, né? Mas acreditem em mim, é 10 vezes mais bonito do que saiu nas fotos.

Passeio de barco em Krabi
Passeio de barco em Krabi

A última parada foi em Railay Beach, onde o programa é sentar e aguardar o por do sol (tinha muita gente ali só pra isso):

Passeio de barco em Krabi
Passeio de barco em Krabi
Passeio de barco em Krabi
Passeio de barco em Krabi

A sensação de estar no paraíso foi algo muito presente na viagem à Tailândia. Mas vamos convir comigo, é ou não é o paraíso um lugar onde o dia termina com um por do sol destes?

Por do sol em Railay Beach
Por do sol em Railay Beach

Depois do espetáculo da natureza, o barco fez o curto trajeto até o ponto de partida. Ali mesmo em Tonsai Beach existe um calçadão com diversos bares e restaurantes e acabamos ficando por ali mesmo, tomando uma Chang Beer:

Fim do dia em Tonsai Beach
Fim do dia em Tonsai Beach

Depois de jantar e fazer umas comprinhas no calçadão era hora de voltar para o hotel. Já com a noite escura, confiei cegamente no GPS pois não havia placa alguma no caminho que ele desenhou. Tarde da noite finalmente entramos em nosso quarto:

Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort

Um senhor quarto, sem dúvidas. Mas eu estava exausto, consegui tirar as fotos, tomar um banho e capotei na excelente cama do Sheraton.

No dia seguinte fomos tomar o café da manhã do hotel antes de fazer o check-out e partir para o aeroporto. Fora do salão, haviam opções para quem quer algo rápido a caminho da praia:

Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort

Dentro o bicho pega: tudo que você possa imaginar e mais um pouco. Na foto, ao fundo, você pode ver o chef que preparava ovos sob medida:

Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort

A mesa de doces não faria feio na vitrine de uma patisserie parisiense:

Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort

Mas a de frutas fazia lembrar que estávamos na Tailândia, terra das frutas mais doces que eu já provei:

Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort

Falando em frutas, que tal esta seleção de sucos naturais?

Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort

Opções de cereais também não faltam:

Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort

Haviam também frios:

Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort

Saladas:

Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort

E uma geladeira inteira com iogurtes:

Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort

Olhem que beleza o meu prato (o primeiro, tá, depois eu fui para opções menos saudáveis):

Sheraton Krabi Beach Resort
Sheraton Krabi Beach Resort

Conclusão:

Foi mesmo uma pena nossa passagem por Krabi e pelo Sheraton ter sido tão curta, mas a montagem do roteiro não foi nada fácil e fiquei feliz de ter conhecido os dois. Certamente entraram para a lista de lugares onde eu quero voltar. Não deu pra mostrar bem, mas o hotel conta com uma excelente estrutura de lazer com quadra de volei de praia, piscina, spa e por aí vai. Ele fica um pouco afastado do agito de Tonsai Beach, sendo mais indicado para quem quer ficar por ali e se aventurar ocasionalmente num passeio às ilhas.

Gostou do post? Assine o blog: no computador e no Ipad é no canto superior esquerdo e lá embaixo, no Iphone somente no rodapé. Basta inserir o seu e-mail.

Silvercar: o futuro das locações de veículos

Silvercar: será este o futuro das locações de carro?
Silvercar: será este o futuro das locações de carro?

E se eu te disser que no futuro todas as locações de veículo vão ser feitas através de um aplicativo onde após alguns cliques você já terá a reserva, irá diretamente ao pátio e sairá de lá em minutos com o seu carro sem nenhuma fila ou ter necessidade de falar com um atendente? E se disser ainda que o seu carro será sempre um Audi A4 prata? Bem vindos à Silvercar!

A Silvercar é uma startup americana fundada em Austin, Texas, com o objetivo declarado de virar do avesso o mercado de locações. Quer ser o que foi o Uber com relação aos táxis. O plano parece ambicioso, mas vejam só:

Você faz o seu cadastro no site ou no aplicativo, insere informações de contato e pagamento (até aí nenhuma novidade). Mas pode inserir também os seus voos, estações de rádio favoritas, o endereço do seu hotel ou reunião. Tudo isso fica gravado no seu perfil.

Silvercar
Silvercar

Ao chegar no aeroporto, nada de guichê, fila, atendente e apresentar um zilhão de documentos: você vai direto ao pátio. Como não há escolhas (todos os carros são Audi A4 prata) você só tem que escanear o QR code de um deles pelo aplicativo que já irá transferir para o veículo as suas informações.

Silvercar
Silvercar

O carro irá desbloquear e pronto: você já pode sair dali para o seu hotel ou reunião (o mapa estará na tela do carro), ouvindo suas músicas preferidas. Ah, se der qualquer problema é só ligar pro serviço de concierge.

Pátio da Silvercar: só uma opção, Audi A4 prata
Pátio da Silvercar: só uma opção, Audi A4 prata

E tem mais: ao inserir os dados do seu voo na reserva, o aplicativo vai calcular o horário que você tem que sair de onde está para o aeroporto, o combustível que precisa para fazer o trajeto e devolver o tanque cheio e também o tempo necessário para fazer o check-in e passar pelo raio-x. Esqueceu de encher o tanque (ou não deu tempo)? O combustível faltante será cobrado a preços de mercado com uma taxa adicional de apenas US$5. Ao chegar no pátio para devolver o carro o próprio aplicativo já vai fornecer a fatura com os totais cobrados.

Silvercar
Silvercar

Se isso tudo não te convenceu deixa eu te falar mais uma coisa: todos os carros vem com GPS, wifi (sim, internet no carro via 4G), rádio via satélite sem nenhum custo adicional. Quem já alugou um carro sabe o quanto estes opcionais pode custar!

Silvercar
Silvercar

A companhia diz que os seus preços são similares aos da concorrência para um sedã médio o que não tenho como confirmar pois ainda não utilizei do serviço. Infelizmente minha próxima viagem para os Estados Unidos não vai passar por nenhum dos oito aeroportos onde a Silvercar tem presença:

  • Austin (AUS)
  • Dallas Ft. Worth (DFW)
  • Dallas Love Field (DAL)
  • Denver (DEN)
  • Los Angeles (LAX)
  • Miami (MIA)
  • Phoenix (PHX)
  • São Francisco (SAN)

Se você também estiver animado tenho mais uma notícia boa. Usando este link aqui pra se cadastrar você irá receber US$25 em dinheiro após a primeira locação de dois dias. A promoção é só pra quem não tem o cadastro e em locações de no mínimo dois dias e você receberá um e-mail contendo as informações de como receber o dinheiro através do Paypal.

Mesmo que não tenha nenhuma viagem marcada, vale a pena se inscrever no site, pois eles estão sempre lançando promoções incríveis que você irá receber em seu e-mail.

Gostou do post? Quer ser o primeiro a receber as novidades, dicas e promoções? Assine o blog: no desktop e no Ipad é no canto esquerdo e lá embaixo e no Iphone somente no rodapé. Basta inserir seu e-mail para cadastrar-se e receber sempre tudo em primeira mão.