Emirates e Azul são as novas parceiras dos cartões American Express

Se tem uma coisa que os cartões American Express são imbatíveis é no número e na qualidade das cias aéreas parceiras. Recentemente eles adicionaram o Avianca Amigo e só faltava o TudoAzul para completar a parceria com as quatro maiores cias do Brasil. Bem, não falta mais!

Já está vigorando a parceria com o Tudo Azul como eu percebi ao visitar a página das parcerias. A taxa de transferência segue a regra 1.000 pontos = 1.000 milhas.

Isso era algo esperado, já que a Azul vem se empenhando em aumentar o número de parceiros do TudoAzul. A minha surpresa mesmo foi ver o programa da Emirates, o Skywards:

Amex-Emirates-TudoAzulInfelizmente a transferência sofre um deságio de 20%, já que 1.000 pontos se transformam em apenas 800 milhas. Pode ser que tenha alguma utilidade em algum trecho, mas para este post eu peguei apenas o trecho entre São Paulo e Abu Dhabi (ida e volta) para analisar o custo.

Econômica

São necessárias 80.000 milhas Skyward para emitir uma passagem ida e volta no valor “saver”. Ou seja, 100.000 pontos do Membership Rewards, o que é um valor extremamente competitivo se levarmos em conta que o voo será realizado pela Emirates.

Emirates_GRU-AUH(Eco)Executiva

Já para a executiva são necessárias 160.000 milhas Skywards para o trecho ida e volta. Ou seja, 200.000 pontos do Membership Rewards, também um excelente valor. Vale lembrar que o Smiles cobra o mesmo valor para voos do Brasil para o Oriente Médio na executiva da Qatar e 600.000 na executiva/primeira da Ethiad.

Emirates_GRU-AUH(Business)Primeira Classe

Para viajar que nem um sultão, a bordo de sua própria suíte você precisa desembolsar 240.000 milhas Skywards para o bilhete de ida e volta. Isso significa 300.000 pontos Membership Rewards. Um valor alto, sem dúvidas, mas compatível com o que é oferecido.

Emirates_GRU-AUH(First)Conclusão

Embora a parceria com a Azul fosse pedra cantada, foi bom ver ela confirmada ainda que sem nenhuma promoção de ativação da parceria (será que vem algo por aí?).

Mas foi uma grata surpresa ver a Emirates figurando como parceira da Amex. Salvo engano é o primeiro cartão de crédito do Brasil que possui parceria com a cia do oriente médio famosa pelo serviço impecável.

E como visto, apesar do deságio, a parceria vale à pena! Ótima opção para quem tem um cartão Amex.

Gostou do post? Assine o blog: no computador e no Ipad é no canto superior direito e no Iphone no rodapé. Basta inserir o seu e-mail.

Emirates lança aplicativo para celular em português

Em se tratando de uma cia cinco estrelas causa até certo espanto saber que o primeiro aplicativo móvel da Emirates foi lançado somente em 2014. Primeiro na versão para ipad e depois iphone e andriod (já em 2015). A boa notícia para os brasileiros é que o aplicativo ganhou uma versão em português.

Nela os usuários podem reservar voos, fazer check-in on-line, selecionar seus assentos e refeições e consultar seu saldo de milhas, além de confirmar horários de voos e mudanças nos portões de embarque. Também é possível emitir um cartão de embarque por meio da ferramenta.

O aplicativo, segundo Stephane Perard, diretor geral da Emirates para o Brasil foi projetado para oferecer conveniência, facilidade de uso e funcionalidade. Mais de 35% dos check-ins on-line são feitos a partir de um dispositivo móvel. “A Emirates está sempre procurando novas maneiras de melhorar a experiência do cliente, seja a bordo de nossas aeronaves ou por meio da tecnologia. O lançamento do aplicativo para o mercado brasileiro é uma forma de simplificar o acesso aos nossos serviços, seja para obter um cartão de embarque ou efetuar uma reserva de voo”, destaca o executivo.

Para os passageiros, as maiores vantagens são a conveniência de visualizar informações do voo, enquanto em trânsito, a possibilidade de realizar o check-in on-line, para evitar as filas no balcão do check-in e o cartão de embarque móvel. Para a companhia aérea, os benefícios são operacionais (menos pessoas na fila), além do acesso a novos segmentos de mercado e a satisfação do cliente por meio da inovação. “Os aplicativos móveis representam um canal crescente de escolha para os passageiros, e hoje a empresa ampliou seu foco e investimento por conta da demanda dos clientes e das tendências do mercado”, revela Perard.

A Emirates opera dois voos diários para Dubai, a partir de São Paulo e do Rio de Janeiro, a bordo de aeronaves 777-300, com configuração de três classes – primeira, com suítes privativas, executiva e econômica. A companhia aérea atende mais de 147 destinos em 81 países na Europa, América do Norte, América do Sul, Oriente Médio, África, Sul da Ásia, Extremo Oriente e Oceania.

Gostou do post? Assine o blog: no computador e no Ipad é no canto superior direito e no Iphone no rodapé. Basta inserir o seu e-mail.

Emirates lança o voo mais longo do mundo

emiratesa380

Lembro de ler relatos de blogueiros que sigo falando do maior voo direto do mundo, que na época era o voo da Singapore Airlines ligando Nova Iorque a Cingapura, que levava incríveis 18h50!!! Bom, se fosse na Primeira Classe =)

Atualmente o voo mais longo do mundo é o da Qantas, entre Dallas e Sidney. São 16h55 a bordo do A380 da cia australiana. Em segundo lugar vem o voo da Delta entre Atlanta e Johannesburgo com 16h40. No terceiro é da Emirates na rota entre Dubai e Los Angeles, com 16h35.

Conhecendo o apetite da Emirates era claro que eles não iam se contentar com o terceiro lugar, não é mesmo? Pois é. A partir de fevereiro eles terão o voo mais longo do mundo, ligando as cidades de Dubai e Cidade do Panamá de forma direta.

map

São 8.588 milhas a bordo de um Boeing 777-200-LR que levará incríveis 17h35!

Não chega a tirar o recorde de todos os tempos da Singapore, mas leva o caneco dos tempos atuais.

Algumas perguntas que não querem calar: existe público em Dubai disposto a ir para o Panamá como destino final ou a Emirates vai estabelecer uma parceria com a Copa para distribuir de lá seus passageiros para a América Central e Caribe?

A questão de se utilizar um 777 ao invés de um A380 certamente se deve por questões operacionais (atualmente o aeroporto da capital panamenha não comporta aeronaves desta categoria). A Emirates não tem pudor nenhum de voar com o A380 vazio para diversos destinos e certamente não seria isso que faria escolher uma aeronave em detrimento da outra.

São devaneios de uma apaixonado por aviação comercial, relevem amigos! Abraço e bom final de semana!

Fonte: G1

Gostou do post? Assine o blog: no computador e no Ipad é no canto superior direito e no Iphone no rodapé. Basta inserir o seu e-mail.

Emirates recebe seu Airbus A380 de número 50

Airbus A380 número 50 da Emirates
Airbus A380 número 50 da Emirates

No dia de hoje a Emirates recebeu seu 50º Airbus A380, alcançando o número de 224 aeronaves – são 96 a mais do que em abril de 2010. Se o número impressiona, saiba que ela tem mais 90 ordens do super jumbo!

Ainda falando na Emirates, hoje também foi formalizado o pedido de 150 Boeing B777X, num valor estimado de US$ 56 bilhões, podendo chegar a US$ 75 bilhões, se os outros 50 aviões que a transportadora tem como opção também forem comprados. As primeiras entregas estão previstas para 2020.

Realmente impressionante a expansão que planeja a cia árabe para os próximos anos.

Gostou? Quer ser o primeiro a receber novos posts? Assine o blog via e-mail (ali no canto esquerdo ou direito superiores).