Fotógrafos fazem tributo ao voo 370 da Malaysia Airlines

A woman writes a message on a board in Kuala Lumpur

Dificilmente eu fujo do foco do blog para tratar de um assunto que, ainda que correlato, foge do escopo que é ajudar você a viajar mais e melhor. Mas acho que todos vão concordar que a tragédia do voo 370 da Malaysia Airlines é um caso que merece a exceção.

Hoje faz um ano que o avião desapareceu nas águas do oceano Índico, num dos maiores mistérios de toda a história da aviação civil. Em tempos de satélites globais interligados, transponders, diretrizes de segurança rígidas parecia impossível algo assim ocorrer. Mas a realidade duramente nos provou o contrário.

O Boeing 777-200ER foi entregue à Malaysia Airlines em 31 de Maio de 2002 direto da fábrica e nestes 12 anos esteve em diversas partes do globo, onde foi fotografado.

Essa fotos estão contidas numa bonita homenagem às vítimas e seus familiares. Confira clicando aqui.

Quer receber este e outros posts em primeira mão? Ser o primeiro a saber das dicas e promoções? Assine o blog via e-mail (ali no canto esquerdo ou direito superiores).

Malaysia Airlines enfrenta sérias dificuldades econômicas

Malaysia

Alguns dias depois da segunda tragédia ocorrida com um avião da Malaysa Airlines eu pensei comigo: vai ser difícil reerguer essa cia aérea. Afinal foram 537 passageiros e tripulantes que perderam a vida num espaço de quatro meses.

E voar implica preponderadamente confiança por parte dos passageiros. Você aceitaria pagar menos para voar numa cia que não fosse segura? Eu certamente não.

Olha que não é o caso da Malaysia que antes de 2014 tinha números brilhantes no quesito segurança. E sejamos justos: no segundo acidente a culpa não pode ser atribuída à empresa.

Mas quando você vê as imagens dos voos completamente vazios é que sente a real dimensão do problema:

Família senta sozinha na classe executiva da Malaysia Airlines
Família senta sozinha na classe executiva da Malaysia Airlines
Avião da Malaysia Airlines praticamente vazio
Avião da Malaysia Airlines praticamente vazio

As pessoas simplesmente perderam a confiança em voar na Malaysia. O prejuízo é de 3,64 milhões de reais POR DIA.

A cia vem tentando de tudo para reduzir esse rombo, aumentando comissões de agentes de viagem, cortando tarifas, fazendo promoções, mas nada parece dar resultado, os check-ins permanecem sem filas: 

Check-in da Malaysia Airlines sem filas
Check-in da Malaysia Airlines sem filas

Por conta da situação o governo da Malásia (principal acionista) anunciou uma reestruturação financeira completa que pode incluir corte de rotas, mudança de nomes, demissões e devolução de aeronaves. Mas francamente acho bem difícil que alcancem o intento.

Em tempo: certamente a dor das famílias que perderam seus entes queridos é maior que tudo isso e a busca por respostas deve estar em primeiro lugar, bem como as justas compensações. Apenas torna-se mais difícil ver isso acontecer se a empresa falir.

Quer receber este e outros posts em primeira mão? Ser o primeiro a saber das dicas e promoções? Assine o blog via e-mail (ali no canto esquerdo ou direito superiores).