Trip Report: American Airlines Nova Classe Executiva – Hertz (JFK)

Um dos pontos que preciso melhorar nos trip reports é nos relatos sobre o aluguel de carro no exterior. As vezes sequer tiro fotos e depois fica ruim de contar alguma coisa.

Talvez isso se deva pelo fato de que alugar um carro no exterior, principalmente nos EUA, é uma experiência quase sempre igual e sem grandes variações de locadora pra locadora. O que vai definir a escolha pra maioria das pessoas é o preço.

Acho que os relatos podem ser interessantes para ter uma ideia geral de como é locar naquela cidade, mas no fim das contas serve mesmo para evitar aquelas em que as experiências foram ruins.

Hoje eu conto como foi locar um carro na Hertz do Aeroporto Internacional JFK, em Nova Iorque. Este é o sétimo post deste trip report aqui:

1. Introdução
2. Voo Tam FLN/GRU
3. Terminal 3 GRU
4. Executive Lounge Gru Airport
5. Sala Vip Executiva Tam (GRU)
6. Voo American Airlines GRU/JFK

Como o translado de táxi até Manhattan é caro e estávamos com malas grandes (que tornariam a viagem de trem/metrô incômoda) optei por usar 600 pontos do Hertz Gold Plus Rewards + 20 dólares de impostos e taxas para uma locação one way.

Esta é uma boa opção para quem chega cedo e já quer encarar de uma vez os outlets como o  Woodbury, que ficam afastados da ilha.

Chegando em Nova Iorque você tem que procurar a estação do Air Train mais perto, já que as locadoras estão concentradas em um prédio separado do terminal de voos.

IMG_8580IMG_8581

Procure a linha em direção a Jamaica & Howard Beach e desça na Federal Circle Station.

IMG_8582

O trajeto é curto e passa rápido pois você vai apreciando a paisagem:

IMG_8584

IMG_8585

Ao chegar lá tive a ingrata surpresa de procurar meu nome no letreiro e não encontrar, o que é cortesia para os membros do programa de fidelidade da Hertz e facilita muito a vida:

IMG_8588

O quiosque prioritário não tinha ninguém atendendo:

IMG_8586

Como a fila normal estava grande e só tinha uma pessoa atendendo, apelei para um quiosque de teleconferência que rapidamente resolveu a questão (pensava eu).

Ao receber o contrato de locação você tem o número da vaga onde seu carro está estacionado (com as chaves na ignição). Aí é só procurar seguindo os letreiros:

IMG_8590

No meu caso não gostei do carro que tinha sido reservado pra mim (já bem rodado). Aqui a dica: pode pedir pra trocar sem medo, isso é bem comum nos EUA e ninguém vai olhar com cara feia. Mas é bom já voltar com algumas opções para a troca (com o número das vagas).

Foi isso que eu fiz e no final acabei com esse Toyota Camry novinho em folha:

IMG_8591

Usei o carro para fazer algumas voltas antes de entrar em Manhattan, deixei as malas na recepção do hotel e devolvi em um estacionamento algumas quadras depois.

Na minha opinião esta é a melhor maneira de se chegar a Manhattan vindo do JFK se considerar o uso de pontos. Pagando a diária a coisa muda de figura, já que locações one way costumam ser mais caras. Neste caso a brincadeira só compensa se for encarar um dia no outlet logo de cara.

No próximo post eu conto como foi a estadia no Intercontinental Times Square.

Se não quiser perder nenhum capítulo deste trip report não vacila: assine o blog e receba tudo no seu e-mail em primeira mão. Onde? No desktop é no topo, nas laterais. No celular é lá embaixo e no tablet no canto superior direito.