Copa Airlines anuncia que terá programa de milhagem próprio em 2015

logo_copa_st

A partir de 2015 o Mileage Plus, programa de fidelidade da United que também é adotado pela Copa (uma herança que vem dos tempos da parceria com a Continental) vai sofrer uma série de mudanças as quais eu esmiucei aqui.

As mudanças são negativas e para a maioria dos passageiros vai ficar mais difícil acumular milhas.

A Copa, que de boba não tem nada, aproveitou a deixa para anunciar que a partir de Julho de 2015 terá um programa próprio.

Os detalhes ainda são escassos (estão prometidos para março) mas já é certo que o programa será baseado em distância (como é atualmente no Mileage Plus) e haverão parceiros de outros segmentos (como hotéis, locadoras de veículos, etc).

O cronograma de transição será o seguinte:

Cronograma de transição da Copa Airlines
Cronograma de transição da Copa Airlines

Como o gráfico aponta, neste momento você pode apenas se cadastrar para receber novidades. Em março os detalhes do novo programa serão revelados e em maio inicia a adesão.

Imagino que seja oferecida a oportunidade de quem quiser migrar as milhas do Mileage Plus para o novo programa o que pode revelar boas oportunidades, mas isso temos que esperar para ver.

Mais informações na página da Copa Airlines.

Quer receber este e outros posts em primeira mão? Ser o primeiro a saber das dicas e promoções? Assine o blog via e-mail (ali no canto esquerdo ou direito superiores).

United anuncia mudanças negativas no Mileage Plus

united_mileage_plus_3p_c_r

Em Fevereiro eu escrevi sobre as mudanças que a Delta anunciou em seu programa de fidelidade, o Skymiles, que a partir de 2015 mudará o modelo de acúmulo do tradicional (baseado na distância percorrida) para outro baseado nos gastos do passageiro. Fechei aquele post com o seguinte comentário:

O programa da Delta já não era grande coisa e provavelmente você nem seja membro do Skymiles. Mas a mudança em uma cia deste porte pode indicar uma tendência para as demais que seria um desastre para todos nós. É aguardar pra ver.

Depois disso outros programas menores seguiram o mesmo caminho, como a Qantas em Março e a Turkish em Abril. Pois bem, hoje a United anunciou que vai seguir o mesmo caminho com o seu programa de fidelidade, o Mileage Plus. A página sobre as mudanças é essa aqui.

Vale lembrar que o programa já passou por uma mudança significativa (pra pior) na tabela de resgates no início deste ano e agora a mudança (também pra pior) é na forma de acúmulo. A partir de março de 2015 a United vai adotar um modelo semelhantes ao da Delta:

As of March 1, 2015, the award miles you earn on most United and United Express tickets will be based on your ticket price (that is, base fare plus carrier-imposed surcharges) instead of the distance you fly, so members will be rewarded for their travel spending on United. And when you have Premier status, you’ll earn even more.

Em resumo: quem gastar mais, vai acumular mais. E o que isso muda na prática? Pra maioria de nós significa acumular menos milhas ao voar United.

No modelo atual um voo entre São Paulo e Washington gera um acúmulo de aproximadamente 9.500 milhas (passageiro sem status no Mileage Plus e sem bônus por classe). Com as novas regras este mesmo voo vai gerar apenas o valor pago x 5. Digamos que o bilhete tenha custado 1.000 dólares, o acúmulo será de apenas 5.000 milhas (pouco mais que a metade do acúmulo atual).

Membros do Mileage Plus com status vão ganhar mais: Silver (x7), Gold (x8), Premier Platinum (x9) e Premier 1k (x11). Note que mesmo estes membros fiéis vão ter dificuldades no acúmulo: na passagem do exemplo o membro com status mais alto no programa (Premier 1k) vai ganhar 11.000 milhas, que é pouca coisa a mais do que qualquer um ganharia hoje sem status algum.

Note que isso penaliza quem voa United, pois quem acumula pontos no cartão de crédito (no Brasil não há nenhum programa que faça isso) não sofre alteração alguma. Isto é um contrassenso, pois quem é passageiro frequente vai ter mais dificuldade de acúmulo do que alguém que sequer voe United.

Esta é a minha grande crítica ao sistema baseado no gasto. A United vem tentando acertar os ponteiros desde que se fundiu à Continental (acaba de divulgar um prejuízo) e tenho dúvidas se este é o melhor caminho a seguir.

Todavia, como eu disse no caso da Delta e vou repetir aqui: quando duas gigantes da aviação seguem o mesmo caminho, mostram uma direção para o restante dos programas de fidelidade e abrem um precedente para que outros sigam o caminho.

Tenho muito receio que a American Airlines, uma vez que integre o Dividend Miles no AAdvantage anuncie mudanças parecidas.

Vale anotar ainda que o acúmulo em voos de outras cias do Star Alliance não sofre alteração (continua baseado na distância percorrida).

Gostou? Quer ser o primeiro a receber novos posts? Assine o blog via e-mail (ali no canto esquerdo ou direito superiores).

Tabela antiga da United é prorrogada por 2 dias

Pessoal, não tinha divulgado aqui a mudança de tabela por achar que o programa deles é pouco utilizado/difundido no Brasil, já que não é possível transferir de nenhum cartão de crédito.

Entretanto, se pra mim foi útil a informação pode ser que seja pra mais gente.

A situação é a seguinte: a tabela atual da United vai mudar (leia-se desvalorizar). A mudança era pra ter ocorrido ontem (31 de Janeiro) mas devido ao alto número de ligações e pedidos eles prorrogaram para domingo, meia noite, horário de Chicago.

Portanto, se você tem milhas na United não perca tempo: comece já a sua pesquisa e queime essas milhas.

Se você não quiser perder nenhum post, assine o blog via e-mail (ali no canto direito superior ou aqui embaixo).